Comportamento

Projetos que inspiram: Blume

 

Quando admiramos um trabalho precisamos compartilhar e esse vai ser o primeiro post de muitos. Hoje, vou apresentar para vocês o novo projeto da Eliza Guerra.  Conheci a Eliza pelo Instagram (#novidade), como a maioria das minhas amizades mais recentes.

A Eliza é formada em publicidade e sempre buscou algo a mais na publicidade, algo que inspirasse outras pessoas. As fotos dela são tão inspiradoras que a @adorofarm sempre dá #repost e foi assim que eu descobri a Eliza. Então, dei um #follow nessa linda e me apaixonei pelo trabalho dela. Além do projeto com a @blublume, ela também tem um estúdio babadeiro chamado @estudiobingo, e sou louca para conhecer esse espaço!

Alôoo, BH, manda jobs para eu conhecer essa cidade linda, que já construí grandes amizades por aí!Na Blume, a Eliza não está sozinha. Ela conta uma minas muito maravilhosas e #grlpwr, como  a @maria_candida (inclusive, já falei dessa musa por aqui) e da @marieldodd (que morro de rir dos stories dela hahaha). Por favor, sigam todas! Há alguns meses, a Eliza veio pra cá e eu tive a honra de participar do projeto da @blublume. Para vocês entenderem melhor o projeto, entrevistei as meninas para contar um pouco sobre esse ele.

 

Vamos lá conferir a entrevista?

 

 

1) De onde surgiu a ideia do Blume?

Sempre tive uma conexão forte com as flores por ter morado na roça por anos da minha vida. Quando me mudei para a cidade, encontrei a paixão pela fotografia e, com ela, a vontade de me conectar com a saudade da infância. Era um momento de criação e aprendizado fazer as fotos do meu Instagram bem floridas. Quando dei por mim, já estava com um projeto super especial em mãos, unindo esforços de duas amigas talentosas (a Mariel e a Maria) que, de cara, já se apaixonaram pela vontade de unir flores e mulheres às nossas vontades de criar algo criativo e autoral.

 

2) O que significam as flores para a Blume?

As flores são como uma extensão das mulheres que fotografamos, uma representação da personalidade e da beleza de cada uma. Os editoriais têm força e ao mesmo tempo leveza, pois são fotos de mulheres inspiradoras com personalidades únicas.

3) A Blume reflete no estilo de vocês três? Fale mais de vocês três, o que cada uma faz.

A Blume é uma mistura do que nos toca. Trabalhamos muito juntas e compartilhamos vontades de fotos mirabolantes e de capacitar um trabalho mais autoral, sem medo do que possa parecer. Cada uma tem sua ousadia, seu olhar e sua hora de dar “a luz”, e, apesar de cada uma ter um papel diferente no projeto, a gente vive trocando os postos. Eu – fotografa, produtora, “tudo é possível”, escaladora dos lugares mais impossíveis de se alcançar para ter o melhor clique; a Maria Cândida – produtora, stylist, manja das belezas e looks mais inusitados, direto e reto vem guiar a máquina pra um ponto fora do óbvio; a Mariel – produtora, caçadora das novas estéticas, rainha do photoshop, vive suando a camisa para encontrar frases inspiradoras para as fotos e tem “um palpite a qualquer hora” para todas as partes do processo.

4) A Blume é um projeto recente e percebi que cada modelo que vocês convidam tem uma personalidade diferente. O que vocês buscam na hora de retratar para a Blume?

Até hoje não sabemos o processo real, se começamos pela flor, pela mulher ou pela estética/cenário. O mais legal é o ciclo criativo que temos com o projeto. A mulher que inspira a flor que inspira o cenário que inspira a flor, que inspira mulher… e por aí vamos. Até hoje tivemos a sorte de encontrar as conexões mais certas de mulheres e ‘universos blume’, o que nos inspirara a brotar as ideias mais diversas. Cada novo editorial, uma nova atmosfera.

5) Qual flor tem mais a cara da Lari?

Acho que o próprio ensaio já condena: a Lari tem cara de um arranjo, de diversidade e beleza! A gente curte o estilo do cabelo (que é surpreendente), o jeito que ela se veste com cores, ao mesmo tempo que tem flores delicadas tem o lado das flores fortes…Impossível escolher só uma 🙂

 

Para  ver mais fotos do projeto acesse o instagram da BLUME. É cada ensaio que você fica de boca aberta!

 

 

0 comment

Negra alisada sim, não sou menos negra por isso!

Foto por Blume

As pessoas sempre me veem falando muito sobre moda e beleza. Quando o assunto é “assumir seus cabelos naturais”, poucas pessoas sabem a minha opinião. Gosto bastante de escutar e observar o que todos falam sejam brancos ou negros: só fico observando.

E quando perguntam: “Lari, por que até hoje você não assumiu os seus cachos?”, olho para a pessoa com aquele olhar de Nazaré. E respondo: “Porque precisaria ter cachos para me afirmar negra?”

CLARCK BOOM!

Estamos em 2017 e, até hoje, eu e várias meninas negras alisadas escutamos isso. E eu me pergunto: até quando? Vamos lá sociedade, vamos falar sobre isso quantas vezes for necessário. Eu não vim para esse mundo para agradar ninguém!

Você, amiga cacheada que quer fazer todas as suas seguidoras seguirem os seus passo-a-passos de como cuidar de um cabelo cacheado: menos! Façam as leitoras que te amam, em primeiro lugar, se amarem do jeito que elas querem, seja cacheada ou não.  Se amem!

Eu amo as pessoas do jeito que elas são. Sejam cacheadas, carecas, trançadas ou lace. Todas precisam gostar de si mesmas do jeito que elas querem e desejam!

Muitas meninas me falam que têm medo de alisar o cabelo, porque as outras negras não vão aceitar elas desse jeito. Fico triste quando leio mensagens assim. Fico revoltada!

Não somos menos negras por isso. Vamos respeitar a vontade das nossas amigas alisadas, juntas somos mais fortes. Lembram?

Vejo várias campanhas e marcas incentivando os cachos e os cabelos naturais. Isso é muito bacana, porque por muito tempo o “natural” era visto como o indesejável. Mas cadê as marcas que incentivam as negras alisadas também? Cachos não devem ser regra para as meninas negras!

Nunca vi nenhuma marca com esse cuidado com as alisadas. E, se tiver alguma, me chamem para ser embaixadora!

Vou reforçar novamente, sou negra sim e faço tratamento químico sim e me amo muito, me acho linda e maravilhosa com os meus cabelos alisados. Você aí que ama a Rihanna como eu, lembra que ela já teve vários tipos de hair e uma das opções que ela sempre usou foi qual?

 

Não gostou? Aceita que doí menos.

 

0 comment

II vídeo: youtube

 

A era digital, dominou nosso cotidiano.  Há um tempo atrás, nossa forma de comunicação era por telefone, cartas ou encontrar os amigos por caso. Hoje, apenas com um simples click, conseguimos conversar com os nossos amigos. Tentando fugir um pouco do digital, o meu segundo vídeo no canal, fala sobre câmeras analógicas.

 

Eu não sou  profissional nesse rolê, longe disso, mas adoro me aventurar  no role de fotografia analógica. Tirar um rolo de filme; encaixar a abinha de um filme de 35mm em uma bobina, tentando não expor muito o filme á luz , não tem preço que pague esse ritual.

É muito “fácil” tirar uma foto na câm digital, ver o que não ficou bom e refazer a foto. Na analógica o rolê é outro. Esperar as 36 poses do filme acabar para você ver o resultado.

 

Já dei spoiler demais por aqui, agora corre e vai para o meu canal !

0 comment

10 perfis no Instagram de brasileiras que são pura inspiração

 

Eu sou a stalker de achar instas que são pura inspiração. E, claro, que não iria de deixar de compartilhar com vocês. Então, separei 10 perfis no Instagram que visito todo santo dia! Vamos lá:

1)Tereza Mc Courtney

Quando entrei no Instagram da Tereza, sabia que ia me inspirar. Os desenhos e a forma como ela conduz suas pinturas são muitos delicados. E isso me atraiu bastante.

2) Mahadia

A Mahadia comentou em uma foto minha e como eu sou curiosa fui olhar o feed dessa linda. E me apaixonei por suas fotos contrastadas e coloridas.  Essa deusa é africana, mas está passando uma temporada aqui no Brasil. Já vamos ser amigas?

3) Anne Barreto

 

Com a Anne foi amor à primeira vista. A gente se amou logo de cara e começamos a nos seguir. Anne é modelo, youtuber, dona de sorriso total good vibes e o estilo dela eu nem preciso dizer, né? Queria dar um rolê do closet dela e garimpar várias peças.

4) Maria Candida

 

Quer seguir alguém das modas e que manja dos parangolé tudy? Segue esssa maravi-musa. A Marie é a stylist que você respeita. Quando ela posta uma foto, eu já sei que vai chover unicórnios de inspiração.

5) Monique Morais

Nós nos conhecemos no projeto da @anacapri ano passado. E parecia que conhecia a Moniquis há muito tempo. Deu onda entre a gente! Hahahaha. Ela tem uma marca incrível chamada @calistoree, com várias roupichas baphôs e acessórios lindos! Seguem lá e comprem tudo por favor!

6) Ludmila Lucena

Conheci o feed da Lud faz umas semana e de cara já amei. É aquele feed que você para e disse: “nossa, queria essas fotos pra mim!”

7) Lara Dias

Quem me acompanha no insta viu que eu e a @laradias nos conhecemos pessoalmente. Adoro conhecer minhas cybermigas pessoalmente!!  A Lara é jornalista, aquarelista e fotógrafa. E agora viramos uma dupla sertaneja Lara&Lari. Vocês vão ouvir falar muito da gente. (risos)

Como muitas pessoas andam dizendo por aí, nós somos irmãs de mães diferentes! A Lara é muito talentosa e cada foto que ela posta é um suspiro de alegria.

8) Jessica Mello

A Jess também é uma das minhas cybermigas, e tive a oportunidade de conhecer ela pessoalmente também. Foi rapidinho, mas já adorei.  Gosto bastante das composições que ela faz com as peças. E o modo como ela mistura as cores!  Ela é uma Pantone da vida real!

9) Maýra Motta

 

A May parece uma rainha. Não só parece, ela é uma rainha! A voz dessa mulher é  maravilhosa a forma como ela canta, e como ela conduz a música e divino. Ela me faz lembrar a atriz Harlle Berry.

 

10) Yasmin Costa Gomes

E para fechar essa lista de musas, apresento a vocês a Yah. Ela parece uma índia! Me apaixonei pelo cabelo dela e todas as suas fotos! Vamos ser amigas também, cara!!

Existem muitas meninas inspiradoras nesse Instagram, que não conhecemos ainda. E vou sempre mostrar essas divas para vocês.

Beajos

 

0 comment

O que toca no meu spotify

Para mim, a semana só começa depois de ouvir uma música. Para vocês é assim também?  Todas vezes que faço stories com música, vocês ficam loucos para saber o que estou ouvindo. Então resolvi compartilhar com vocês as minhas playlists do Spotify.

Como já disse em um post anterior, eu sou movida a música, só consigo me concentrar quando eu dou play no Spotify ou no Youtube.  Sou a louca do indie e rock, mas amo MPB, bossa nova, hip hop, pop e claro que não poderia faltar aquele funkzinho de leve. Vocês vão encontrar isso na minha playlist.

Moment’s

Essa playlist é aquela que escuto todo os dias e quando chega no final eu dou o play de novo. Estou sempre acrescentando músicas novas que curto.

 Nostalgic

Não preciso explicar muito, né? O nome já responde: são músicas para mim que são atemporais, é tipo roupa. Eu sempre vou amar escutar, a qualquer hora do dia.

Yeah Up

Aqui é onde fica meus mozões do hip hop/rap. Aqui você encontra Drake, Kendrick Lamar, Roy Blair e outros. Vem escutar para descobrir outra galerinha.

 Lacração

Esse é um álbum de aquecimento da balada. Ele tá um pouco desatualizado, não estou muito na vibe festa. Mas se é pra tombar, tombei, né?!?

 Vibes Brasileiras

Aqui é bem Brasil. Tem uma mistura que orna pra mim, você encontra de Los Hermanos a Elza Soares, Novos Baianos, Mahmundi e muita música gostosa de se ouvir.

 

Dominggoss

É isso, mozis. Estou sempre atualizando as playlists e acabei de criar uma nova, que já tem 10 músicas.  O nome é Dominggoss, tem aquela vibe bem Zzzzz, nada para fazer. Hahaha

 

Me seguem lá, adoro compartilhar o meu dia a dia com vocês!

Link spotify: Larissa Cunegundes

1 Comment

Abril: Melhor mês

Abril sempre é um mês muito importante pra mim. Claro, né, amores: é o mês do meu aniversário. [risos]

Mentira, gente, não é só por isso! Dia 3 abril completou um ano que estou morando em São Paulo. E como passou rápido! Fiz tanta coisa durante esse período, realizei alguns sonhos, conheci pessoas incríveis, fiz amizades que vou levar pra vida toda. Passei alguns perrengues de vida adulta. Muitas vezes pensei em até desistir, mas não sou uma pessoa que desiste fácil das coisas. Precisei cair algumas vezes, mas levantei com muito mais garra e força.

Nada na vida vem fácil. É preciso trabalhar bastante para conseguirmos conquistar o que queremos. Vamo que vamo, porque a vida não para. E vem muita coisa boa por aí.

Uma delas vocês já sabem, foi o meu canal no youtube. Vou contar para vocês, não é nada fácil falar nas frentes das câmeras. [risos] Sim, eu tenho vergonha. Me dou super bem com fotos – faço caras e bocas. Agora me pede pra falar pra câmera, apenas demoro mil anos para conseguir. Mas não ficou tão ruim esse primeiro vídeo, né? O que acharam? Foram várias tentativas, e graças a God consegui! Vai ter muito conteúdo legal de verdade. Nada sobre vídeos de “recebidos”, e sim um canal que você vai poder contar com conteúdo relevante sobre: moda, beleza, comportamento e outras coisinhas que ainda não posso revelar! Estou doida para contar t-u-d-o para vocês. Aproveitem, deem aquele like no vídeo e se inscrevam no meu canal. Essa semana tem vídeo novo!

 

E quero fazer um agradecimento especial para vocês seguidores e leitores. Sem vocês, eu não sou nada. Sempre quando eu recebo direct ou e-mails de vocês, faço questão de responder. Às vezes eu demoro um pouquinho para responder, mas por favor me perdoem, é a correria. É tanta mensagem linda, é tanto carinho que recebo, que quero retribuir de alguma forma com vocês. O que vocês querem? Me diga!!

Foto por: Soraia Correa 

Enfim é isso, Amo muito vocês, mozões <3

 

 

 

1 Comment

Casa Air Max

Março sempre foi um mês muito importante para a Nike.  Sabe porque? É o mês  que Air Max o queridinho do  street style faz aniversário. Mas, esse ano é um ano diferente, o Air Max completa os seus 30 aninhos. E óbvio, que ia rolar uma festa, a lá trinta anos regado de muita música e diversão.

Um pouco de história

Há exatamente 3 décadas, a Nike revolucionou e inovou o mundo da corrida com a tecnologia Air. Que é oferecer um melhor amortecimento na hora da corrida. E essa tecnologia mudou para sempre a história dos calçados.

E para você, entender melhor essa parte tecnologia x tênis, assista ao segundo episódio da  série Abstract  que  passa  no Netlflix.

Spoiler: No episódio, conta resumidamente como a Nike surgiu e se tornou uma das marcas mais usadas pelos atletas do muito inteiro. E como o designer Tinker Hatfield, conquistou admiração e respeito do ex -jogador de basquete Michael Jordan. Tinker Hatfield criou apenas uma das maiores linhas da Nike, Air Jordan – a minha firma não veio ao mundo para brincar!

Casa Air Max

 

A Casa Air Max, fica em um casarão na Avenida Paulista. Esse carão era todo basiquinho, mas  o artista Arlin Graff deu tom de vida para a casa e ela ficou bem colorida e com formas geométricas.

 

A casa que você respeita e hoje tem mais !! #piranomeuair #CasaAirMax

Uma publicação compartilhada por Larissa Cunegundes (@laricunegundes) em

O Air Max Day é comemorado mundialmente no dia 26 de março, mas no Brasil a celebração começou no dia 8 de março, Dia Internacional da Mulher. Para inaugurar a Casa Air Max, a Nike convidou 8 mulheres que representam revolução nos dias de hoje.  Que são: Leticia Bufoni, Leal T, Rafaela Silva, Karol Conká, Panmela Castro, as irmãs Tracie e Trasha e a Juliana Luna.

 

Ainda sobre ontem!! Que noite @nike a #CasaAirMax está demais, e esse mês vai ser louco!! #piranomeuair #nikegirl #nikewomen #nikeairmax

Uma publicação compartilhada por Larissa Cunegundes (@laricunegundes) em

Eu fui lá conferir, tudo de pertinho e fiz uns cliques para vocês verem:

Encontrei minhas amigas, Loo Nascimento e as irmãs  Alcântara lindezas da minha vida.

Rolou vários shows na Casa, mas o do Marcelo D2 foi muuito bom!!!

Mygles Clô e Loo #amo

Esse é o último final de semana que você para conhecer a Casa Air Max. Para quem está de passagem por São Paulo, vale apena conferir!

 

Os horários de visitas são:

Sábado das 12 às 16h e  domingo, das 12 às 22h, com limite de capacidade. No sábado para vai ter uma surpresa, para você ter acesso aos eventos acesso o site Nike.

 

2 Comments

Playlist: 7 negras maravilhosas que você precisa ouvir

Sabe aqueles dias em que você não consegue olhar para a sua playlist do spotify? Pois é, estou assim faz dias, enjoada das minhas músicas.  Quando estou assim, busco conhecer bandas ou cantoras novas.. E, nessa busca, encontrei 7 mulheres com bastante personalidade, representatividade, style e, claro, com vozes maravilhosas.

1 –  ABRA

É cantora, compositora e produtora. Dona de uma voz singular, Abra descobriu a música através dos seus pais que são missionários. Em suas músicas, Abra aborda assuntos sobre a luta de uma menina negra e representatividade.  Vale apena dar o play!

2 – SZA

 

O nome verdadeiro dela é Solána Rowe. A primeira impressão que tive dessa mulher foi: que musa! Aproveitei para dar aquela googlada nessa maravilhosa. E descobri algumas coisinhas sobre ela. Vi que a Sza participou  do álbum ANTI da Riri – ela fez uma participação na faixa Consideration. Se já cantou com a musa mor, ruim é que não deve ser né?

3 – JORJA SMITH

Jorja é uma garota de 19 anos que canta com a alma. É aquele tipo de música que você pode passar horas e horas  ouvindo que não enjoa. No spotify já tem o último álbum dela

4 – PRINCESS NOKIA

Definiria o som da Princess Nokia como: vibes anos 90. Sabe aquele hip hip com pegada dos anos 90? É assim o som dela.  A música “Brujas” fala sobre as raízes africanas e sobre sua família.

5 – JESSIE REYEZ

 

Jessie é de Toronto, tem uma voz in-crí-vel, mas, infelizmente, você não encontra muitas músicas dela. Vale apena conferir as duas músicas que estão disponíveis que são: Figures e Shutter Island.

 6 – SYD

 

A  Syd Tha Kyd, 24 anos. Ela acaba de lançar o álbum Fin. Minha aposta para 2017!

7 – Lizzo

Antes de fechar esse post, descobri essa musa, a Lizzo. Olha que mulher mais PODER! Escutem ela, por favor! A maioria dos clipes dela ela exalta a beleza da mulher com curvas.

Espero que tenham gostado… compartilhem também, vamos fazer esse espaço bem interativo e compartilhando música boa.

0 comment

Amor e Sexo: Elza Soares

 

Não sou muito  fã do  entretenimento que passa na tv, e por sinal  nem televisão eu tenho  em casa – é  por opção mesmo, não me faz falta.  Um dos poucos programas que ainda acompanho é o Amor e Sexo apresentado pela linda da Fernanda Lima. E ontem estreou a nova temporada, que foi emocionante.

O programa foi totalmente educativo, digamos que foi um “workshop via canal aberto e com bastante hd. Teve assuntos relacionados a: igualdade de gênero, liberdade sexual, feminismo, machismo e racismo.

E  ainda, homenageou  a rainha master Elza Soares, que falou sobre os perrengues que a vida te proporcionou, dos sofrimentos e perdas que ela teve durante a sua vida. E, que com todos esses acontecimentos, jamais o seu brilho apagou. Uma mulher que transpira representatividade da cabeça a alma.

O programa foi lindo, educativo, e inspirador, recomendo vocês a assistirem e deixar a opinião de vocês no  comentários.

 

Para os preguiçosos aqui o link do programa:

3 Comments

10 belas negras brasileiras empoderadas com cabelos lisos

Já cansei de ouvir que mulheres negras que alisam o cabelo ou tem cabelo liso são menos negras que as outras! Pessoas que acreditam nessa afirmação não passam de seres humanos ignorantes. Uma coisa é você se ESCONDER atrás de cabelos alisados para ser “aceita” pela sociedade, e outra é você se conhecer bem, tomar essa decisão por vontade própria e ser feliz pela escolha que você fez. Vivemos em um país em que a DEMOCRACIA fala mais alto (sim, em certas ocasiões esse sistema gera dúvidas), mas mesmo assim somos livres para tomar nossas decisões.

Muitas pessoas me julgam por eu optar ter cabelos alisados. E sabe o que respondo? “O cabelo é meu e eu faço dele o que eu quiser!”. Sei muito bem que tenho cabelo crespo e nunca escondi isso. Não tenho vergonha, tenho muito orgulho. Conheço muito bem meus ancestrais e me orgulho muito deles. Tenho orgulho da minha cor, sou linda e me amo desse jeito, com cabelos alisados.

Por esses motivos, tive a curiosidade de pesquisar mulheres negras brasileiras que usam algum tipo de química no cabelo ou tem cabelo lisos. Nunca vi uma matéria valorizando essas meninas pela ESCOLHA delas, e assim como eu existem várias negras lacradoras com cabelos alisados e muito bem entendidas com a sua personalidade. Cabelo alisado não define carácter e essas mulheres não vão ser menos negras por isso! Cabelo é uma escolha, hoje eu escolhi ser alisada, amanhã se eu quiser posso ser careca ou ter tranças coloridas.

Então vamos às 10 belas negras brasileiras alisadas e empoderadas que vocês precisam conhecer!

1 – @anabeauty_

O que dizer dessa mulher? Ana Bela Santos é modelo e diva pelo mundo afora nas passarelas e em editoriais de moda. Espero ter a honra de esbarrar com essa musa algum dia, linda e sim, tem cabelos alisados. Aceita que doí menos, sociedade!

💋

Uma foto publicada por Ana Bela Santos (@anabeauty_) em

2 – @sknngns

 

FLEXIN’ DAT MELANIN AF!!!

Uma foto publicada por Maria Paixão (@sknngns) em

Maria Caroline Paixão, paulista, estudante de design de moda na Universidade de Istanbul e modelo. O que dizer dessa mana? É assim que a gente se trata, como manas. Se existe amor à primeira vista nas amizades, eu digo que foi com a Caroline que aconteceu de fato. Somos irmãs separadas na maternidade hahahaha. Talentosa, inteligente, estilosa, maravilhosa e dona mundo todo: essa é a melhor descrição que tenho para ela!

Tivemos um bate papo de mana x mana sobre negras alisadas empoderadas e essa foi a opinião dela:

Esse rolê de que mulher negra alisada não é empoderada parte da ideia completamente superficial de que a estética é um dos pilares do empoderamento. Faz parte sim, mas não é tudo. Aprender a amar nossos traços, cabelos, pele, é necessário porque a gente cresce aprendendo que não  é algo bom, é feio, é marginal, é sinônimo de pobreza. Mas não se pode falar disso sem lembrar que tem mulher negra que simplesmente não pode bancar cuidar do cabelo dela naturalmente por falta de grana, de tempo, de paciência até. Tem preta que precisa se manter alisada para trabalhar, que é o meu caso e de muitas outras modelos, por exemplo. Isso faz nosso engajamento político ser inválido perante ao de uma cacheada/crespa? De forma alguma. A mulher negra precisa de muita coisa nesse mundo, não de fiscal capilar. A gente precisa de apoio psicológico, precisa de emprego, de oportunidades de ingressar em universidades, de viajar, de ter acesso a educação sexual, e por aí vai. Se o movimento se preocupar mais com cabelo do que com isso, tem algo de errado com eles, não com a preta que decidiu se manter alisada – contanto que isso seja uma decisão DELA.

3 – @_linedias

 

🌷🌹

Uma foto publicada por Aline Dias (@_linedias) em


Aline Dias é atriz e é a primeira protagonista negra de malhação. Só depois de 20 anos a emissora decidiu colocar uma protagonista negra. Preguiça, Globo. Mas parabéns por essa conquista, Aline, tenho certeza que não foi nada fácil chegar onde você está agora. Sim, ela é negra e tem cabelos lisos!

4 – @eitajulha

 

O emo vai voltar, ces vão ver.

Uma foto publicada por J. Gonçalves (@eitajulha) em

Ju está no seu último ano da faculdade cursando Design. Ela é linda, um amorzinho de pessoa. Somos migas de Instagram há algum tempo e tivemos um bate-papo sobre a relação que ela tem com o cabelo dela. Ela usa química já faz alguns anos, e se sente bem mais bonita com seus cabelos lisos. Na sua infância, algumas crianças bastante cruéis praticavam bullying com ela, mas isso não a deixou abalada e muito menos com vergonha dos seus cabelos crespos. “Foi uma questão de opção e gosto de alisá-los”, disse ela. Até hoje as pessoas a abordam com a pergunta mais clichê: “por que você não deixa natural?”, e ela responde: “gosto dele do jeito que está!”. Para completar o bate papo ela falou: “amo meu cabelo liso, me sinto muito mais bonita com ele desse jeito e super apoio as mulheres que decidem por essa escolha. A mulher precisa se sentir bem com ela mesma, seja com tranças, seja raspado ou colorido”.

5 – @junaconechni

 

Júlia Naconechi é o nome dessa lindeza aí. Sempre a vejo dando close no Instagram, e claro que ela não ficaria fora dessa lista! Com seus cabelos lisos e franjinha, ela veio aqui mostrar porque veio ao mundo. Mulher de atitude e personalidade! E claro, com seus cabelos lisos e muito bem cuidados.

6 – @mccaroldeniteroioficial

 

🎵..Quando eu era camelô, tu nem dava confiança 😏

Uma foto publicada por MC Carol (@mccaroldeniteroioficial) em

Caramba, bateu uma deusa na minha timeline! Mc Carol de Niterói, o que dizer dessa mulher? As canções feitas por ela refletem a sua personalidade e como ela enxerga a nossa sociedade, que é bem… deixa pra lá! Linda, maravilhosa e alisada! Vem com tudo, meu amor!

7 – @camilanunesmakeup

 

Não conhecia a Cami, encontrei por acaso no Instagram e achei maravilhosa. Ela sabe desses babados todos de maquiagem para pele negra. Vem aqui me maquiar, sua linda! Camila Nunes é maquiadora, blogueira, youtuber e tem seus cabelos lisos maravilhosos.

8 – @rafaelalow

 

Por @paulaalencastro para o @oflightproject ❤️

Uma foto publicada por Maria (@rafaelalow) em

Rafa Low: encontrei essa mulher do sorriso encantador pelas internets da vida. Achei ela linda, negra e com os cabelos lisos. E essa franja? Sou suspeita para falar de franja. #amo

9 – @laisribeiro

 

📸 @ingefonteyne ✨✨

Uma foto publicada por Lais Ribeiro (@laisribeiro) em


Lais Ribeiro, modelo e apenas angel da Victoria’s Secret. Essa linda foi descoberta por um concurso de Beleza Mundial e hoje emplaca trabalhos babadeiros. O último job que Lais fez e eu amei foi a nova coleção do Ricardo Ticci em colab com a Nikelab.

10 – @by_thamires

 

Encontrei a Thami através do Instagram da @camilanunesmakeup – elas são amigas. A Thami conhece e manda muito no paranauê das maquiagens. Imagina essas duas juntas? Maquiagem lacra-diva na certa! Negra baphô, linda e cabelos lisos.

Representatividade afro não depende APENAS do cabelo, e sim das atitudes. Conhecer a história dos nossos antepassados e nunca nos esquecermos de onde viemos é o que importa. Vamos ACEITAR e RESPEITAR a opção das mulheres negras, seja cabelo alisado, cacheado, careca, colorido, trançado, o que for. Vamos respeitar.

 

9 Comments